01
Out 11

Mais uma vez, aqui está a Review do episódio desta semana, disponibilizada pela Tv Fanatic.

''O Sam voou sobre o ninho do cuco''

 

Sam Winchester tem muitos problemas.

Primeiro, tinha poderes psíquicos, depois era obcecado com o beber sange de demónios, seguido de se tornar o recipiente de Lucifer, ir para o Inferno, perder a sua alma, e agora, perder o seu sentido de realidade e alucinar sobre Lucifer. É verdadeiramente espantoso ele conseguir lidar com tudo durante todo este tempo. Para pensar, eu apenas tenho que lidar com um ou outro caso ocasional e ruim às Segundas-feiras.

 

Os problemas do Sam são claramente apenas o princípio, mas foi bom saber que Lucifer era uma alucinação e que o Sam não estava mesmo dentro da jaula. Ainda assim, lidar com uma ruptura da realidade, é tão assustador como qualquer demónio ou monstro.  Talvez ele precise de algo ou de Leonardo Dicaprio para o ajudar. Mark Pellegrino, interpretando o papel de Lucifer, fez com que os jogos mentais fossem bons de ver enquanto espezinhava, alegremente, o Sam. Eu quero que o Sam fique melhor, mas existe algo relacionado com a representação de Lucifer que me faz desejar que este andasse por aí. Claro, depois de o episódio acabar, pareceu que isso iria mesmo acontecer.

 

Então, novamente, eu pensei o mesmo relativamente a Misha Collins e a sua oportunidade de representar um novo papel foi extremamente curta. Extremamente. Fiquei desapontado, uma vez que ele nem sequer participou em mais um episódio antes de aparecer nos finais. É mesmo isso que o espera? Eu espero bem que não.

No geral, o episódio foi relativamente tranquilo, o que me fez relembrar a primeira temporada. Claro, houve muito sangue e dentes desagradáveis, mas o Leviatã pareceu mais a criatura da semana do que o ser todo poderoso que, supostamente, ele (eles?) era.

 

O que é o Leviatã para além de uma criatura preta e nojenta que gosta de comer pessoas? Quantos é que existem por aí? Quem é o ''chefe'' de que se falou? Qual é o grande plano?

Continuo interessado em ver em que parte da história é que irá ter lógica e estou curioso para ver em que modos é que o Leviatã é diferente da outra temporada. Espero, sinceramente, que eles tenham outro objectivo do que apenas o domínio do mundo.

Para além disso, agora que Sam e Dean foram para o hospital onde os Leviatãs estão instalados, as coisas estão prestes a tornar-se muito cabeludas. Depois de tudo, as criaturas sobrenaturais e os Winchester não se dão muito bem.

Alguém está surpreendido, já que o Dean chamou uma ambulância? Quer dizer, eu sei que isso é o que nós, pessoas normais, fariamos se nos tivessemos magoado, mas pareceu tão estranho ver os irmãos serem ajudados por alguém que não é caçador. Parece que tempos de desespero, precisam mesmo de medidas desesperadas. Como será que as coisas vão ficar para Sam e Dean? Com o Castiel morto e o Bobby desaparecido, parece que os irmãos vão ter que confiar neles próprios. Parece que os dois vão ter que voltar ao básico.

Tudo em Hello, Cruel World, trouxe o óptimo e antigo estilo de Sobrenatural, como os fãs têm vindo a reparar, mas comparado com a estreia, não foi não excitantemente ou dramaticamente intenso. Esperemos que as coisas voltem a ficar excitantes na próxima semana.

publicado por Lipa às 15:37
editado por Daniela Godinho às 15:37